CASA DO POVO

CASA DO POVO

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Sobe para 18 o número de mortos em protestos no Chile

Foto: Reprodução / Notícias Ao Minuto
Subiu para 18 o número de mortos durante os protestos abalam o Chile há seis dias. O novo balanço foi anunciado nesta quarta-feira (23) pelo subsecretário do Interior, Rodrigo Ubilla. Nas últimas 24 horas foram registrados 169 atos de violência no país, explicou Ubilla, nos quais 979 pessoas foram detidas.
Uma criança e um adulto morreram na sequência de um atropelamento no sul do país e uma outra pessoa num bairro da capital, elevando assim o número de mortos de 15 para 18. Do total de detenções na terça-feira (23), 592 ocorreram durante o período de recolher obrigatório, que se reproduziu em muitas áreas do sul do país.
Do total de 18 mortos, entre os quais estão dois cidadãos colombianos, um equatoriano e um peruano, o Instituto Nacional de Direitos Humanos (INDH) contabilizou cinco casos ocorridos devido à intervenção de agentes do Estado. Além disso, constaram relatos de tortura e abuso de agentes das forças do Estado durante os protestos nos últimos cinco dias.
As manifestações acontecem desde sexta-feira em protesto contra um aumento (entre 800 e 830 pesos) do preço dos bilhetes de metro em Santiago, que possui a rede mais longa (140 quilômetros) e mais moderna da América do Sul, e que transporta diariamente cerca de três milhões de passageiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário