CASA DO POVO

CASA DO POVO

sexta-feira, 10 de maio de 2019

TSE arquivou investigação sobre suposto caixa 2 na campanha de Haddad

Foto: Celso Tavares/G1
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) arquivou nesta quinta-feira (9), por unanimidade, uma ação de investigação judicial eleitoral aberta contra o candidato derrotado do PT à Presidência da República em 2018, Fernando Haddad.
A ação foi proposta no ano passado pelo hoje deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP). Ele alegou que Haddad teria cometido abuso de poder econômico durante a campanha, ao realizar “gastos em valor elevado sem declará-los corretamente em sua prestação de contas".
Segundo o deputado, Haddad teria contratado uma pesquisa no valor total de R$1,2 milhão sem registrar os gastos. Kataguiri concluiu que o pagamento havia sido feito em dinheiro, o que é vedado pela legislação eleitoral e configura a prática do denominado caixa 2. Ele pedia que Haddad fosse declarado inelegível.
Para o advogado do petista, Eugênio Aragão, o deputado federal, ao propor ação, tentou transformar o TSE em uma “plataforma política”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário