CASA DO POVO

CASA DO POVO

sexta-feira, 1 de março de 2019

Pessoas mais velhas compartilham mais fake news, revela estudo americano

Foto: Reprodução
De acordo com um estudo americano, pessoas mais velhas, que não nasceram na era digital, têm mais dificuldade em fazer a distinção do que notícia verdadeira ou falsa. 
A análise das universidades de Princeton e Nova York, publicada pela revista Science Advances, avaliou o perfil de 3,5 mil internautas no Facebook durante a eleição presidencial de 2016 nos Estados Unidos. Aqueles que têm idade superior a 65 anos compartilharam sete vezes mais notícias falsas do que os com idades entre 18 e 29 anos. 
A mentira na internet se torna viral em questão de segundos. Whatsapp e Facebook são redes sociais de difícil aprendizado para gerações que não são "nativas digitais". E essa falta de conhecimento das pessoas mais velhas pode ser uma das responsáveis pela viralização das fake news por parte dos idosos
O professor de Jornalismo do Centro Universitário Internacional Uninter Alexsandro Ribeiro destaca aspectos da baixa relação que os mais velhos têm com a tecnologia: "o contato com a máquina, com o aparato tecnológico e com sua linguagem; a barreira do aprendizado vinculado ao excesso de informação do meio dificulta; e o desconhecimento ou pouca proximidade com a cultura digital, ou seja, com o ambiente em que se circula ao se apropriar da tecnologia para navegar em cenários digitais e virtuais é parte da explicação".

Nenhum comentário:

Postar um comentário