CASA DO POVO

CASA DO POVO

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Além de Wagner, delação da OAS envolve mais quatro políticos baianos


O ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) está entre os políticos delatados pela OAS
Além do senador Jaques Wagner (PT), a delação de executivos da empresa OAS, divulgada nesta quarta-feira (27) pelo jornal O Globo (veja aqui), inclui o nome de mais quatro políticos baianos: o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB), o ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli (PT), os deputados federais Marcelo Nilo (PSB) e Nelson Pelegrino (PT). Segundo O Globo, Geddel teria fechado um contrato fictício no valor de R$ 30 mil com uma empresa de publicidade para manutenção do seu site. Gabrielli, conforme a publicação, teria recebido da OAS mesada de R$ 10 mil durante o ano de 2013. Ainda de acordo com a reportagem, o deputado federal Marcelo Nilo teria recebido propina de R$ 400 mil em 2012 e outros repasses em 2013. Já o deputado Nelson Pelegrino teria recebido caixa 2 de R$ 1 milhão na campanha à Prefeitura de Salvador em 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário