CASA DO POVO

CASA DO POVO

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

PM morre baleado no RJ, e Bolsonaro pede leis para 'que o bem vença o mal'

Foto: Reprodução/TV Globo
Na tarde deste sábado (5), um policial militar foi baleado perto da saída 7 da Linha Amarela, no Rio de Janeiro. De acordo com o comando do 22ºBPM (Maré), policiais militares do batalhão em deslocamento na altura do viaduto da Avenida dos Democráticos, depararam-se com criminosos armados em tentativa de roubo na via.
Segundo a PM, criminosos atiraram ao avistarem a aproximação dos policiais. Na ação, um soldado foi ferido. A vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Geral de Bonsucesso, mas não resistiu e morreu.
Mariotti foi o primeiro PM morto em combate no estado em 2019 - em 2018, foram 92. Ele foi baleado na cabeça enquanto tentava impedir assaltos na via. Chegou a ser levado com vida ao Hospital Geral de Bonsucesso, onde passou por cirurgia, mas não resistiu. 
O soldado estava na corporação desde 2013 e deixa mulher e um filho de três anos.
Na manhã deste domingo (6), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) citou o caso nas redes sociais para reforçar apelo mudanças legais na área de segurança. Ele lamentou a morte e reforçou pedido de trabalho conjunto entre Legislativo, Executivo e Judiciário para "propiciar garantias de que o bem vença o mal". "A caça aos agentes de segurança e o massacre de cidadãos de bem sempre foram tratados como números", escreveu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário